quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Outubro

Um mês que eu não tenho muitas recordações, um mês onde minha vida em nada mudou, parece que estou parado sem fazer algo realmente produtivo, sim eu estou assim, todo mundo percebe, mas não gosto de ficar parado de não mudar nada. Esse fim de semana vou ir pra Alegrete, minha cidade natal, onde eu tenho alguns amigos, outras pessoas, e minha mãe, é vou ver ela, estou feliz pra caralho, nunca pensei estar tão feliz, em ver aquela velha chata, e é o segundo post que falo isso. Então ficarei sem internet um bom tempo, sem escrever nesse blog, sem olhar as fotos do orkut dos outros, sem passar o dia inteiro no msn, vou dedicar meu tempo aos estudos, não tenho idéia de como estará o meu ânimo pra voltar, eu sei que lá eu acordo com os pássaros cantando, as vacas mugindo, aqui eu acordo todo dia com o barulho de uma furadeira, ou de um martelo, ah que diferença, mas lá não é pra mim, eu sinto isso, já aqui eu vejo tantas pessoas, que não mudaram nada na minha vida, mas sei lá me sinto melhor, me sinto mais envolvido, mais normal seria a palavra, e agora parece que vou passar umas férias no mato, é tão estranho essa situação de eu achar que moro aqui, se faz apenas 1 mês. Vou sair de casa daqui um pouco e vou ir no shopping almoçar com algumas amigas, isso é tão diferente da minha rotina de Alegrete, onde eu nunca saia pra almoçar, eu apenas tomava Coca-Cola, mas sei lá a vida esta me mostrando duas faces e pra mim são exatamente iguais, o que pode mudar sou eu, e eu não estou me sentindo capaz de fazer isto, espero que tudo se ajeite, que essa turbulência no meu cotidiano acabe, e eu ache um rumo pra seguir, talvez entrando na faculdade muda totalmente meu ponto de vista sobre as coisas, gosto tanto de novas experiências, estou ansioso por isso. Minha dor de garganta não passa, essa dor no meu olho não me deixa em paz, eu já nem sinto tanta vontade de beber como estava sentindo, mas se me oferecem aquele gole de cerveja bem gelada, eu aceitarei, e quente também, por que ? Nem sei responder, gosto dessa ilusão que ao mesmo tempo acho ridículo, eu gosto, é gosto sim. É espero que tudo se ajeite a partir de agora, quero dar um rumo ao meu coração, mas que não seja Alegrete, quero sentir o amor batendo forte no meu peito como sempre bateu, eu estou decepcionado, triste, perdi uma amizade que hoje não é nem a metade do que já foi, mas eu senti, senti sim, valorizei muito, na hora de nada valeu, ah mundo triste, por que é assim ? E foi tipo, alguns anos de sonhos, que quando podiam ser tornar reais, foram por água abaixo, mas que me fez refletir, confiei demais em uma coisa impossível de acontecer, e quanto tudo esta ruim, sempre poderá ficar pior, e pior... E talvez um dia, aquele breve momento de felicidade, apague todo esse sentimento de tristeza, que reina no meu cotidiano. Outubro o mês que a realidade me mostrou sua cara, a sua cara falsa e desunida. E como sempre estou atrasado, vou parando por aqui, talvez essa noite, ou amanhã eu escreva mais alguns textos, a frase do meu pensamento no momento é "Forget to remember".

Nenhum comentário:

Postar um comentário