quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Sangue

E se houver uma guerra? Assim do nada, todo mundo vai pra lá, morre metade da população, o que seria dessa geração? Como foi que a outra geração aguentou? Será que o mundo sobreviveria? Será que alguém teria a esperança de ir com uma arma, onde teria tanques, aviões, bombas atômicas? Na verdade nos obrigariam a ir pra morte, o que ia restar de nós? De mim, iam restar, lembranças de um cara com 18 anos, confuso, e esses textos, de pouco valor, de nenhum valor na real, as pessoas acreditam que nunca vai acontecer outra guerra, mas se do nada acontecer? Eu não sou imortal, ninguém é, ou somos? Todo mundo duvida, eu também duvido, mas se acontecer? Estamos Preparados?
Pensar em morte, é pensar em nada, pois ninguém sabe o que vem depois, e é tanta tolice. Viver o hoje, é o que mais vem dando certo, então, planejar o futuro, é complicado, ai imagina se eu me drogasse ?
Frase do momento é "João você está se sentindo bem ? Quantos dedos tem aqui ?".

Planos

O que mais me atrapalha, é planejar, eu sinto isso o dia todo, eu penso que tudo vai dar certo, do nada da tudo errado, e eu não consigo acreditar, no final eu entendo, e sei lá, as vezes começo a viajar, sério, tipo quase sempre, eu penso muito, gosto de pensar, de entender, de compreender o que me cerca, o que vai vir, mas as vezes vem coisas demais, e do nada da uma merda gigantesca, eu já tenho medo de coisas muito perfeitas, tenho medo de acreditar demais e quebrar a cara, tenho vontade de ir em frente até conseguir chegar aonde eu quero, eu não vou desistir, nada disso vai me fazer desistir, eu acredito, eu sei que vai ficar tudo bem, eu me apavoro com detalhes, me apavoro com a mentalidade das pessoas, me apavoro com o meu orgulho extremo, com minhas idéias formuladas, com uma base que só eu entendo, com as pessoas que não deixam, ideias novas entrarem em sua mente, pessoas hipócritas, galerinha ridícula, que vive me cercando, estou num momento bom, que até me fez esboçar sorrisos, mas não sei to esperando muito o amanhã, isso não é bom, essas semanas estão vuando, esse ano passou rápido demais, eu já não consigo fazer o que planejo, eu queria escrever aqui todos os dias e não consigo, eu queria ler o que escrevo e não consigo, tantas coisas bobas, que vão acumulando, vontade de gritar, eu já estou meio com meu rumo traçado, mas tudo da uma vira volta do nada, sério, agora esta tudo melhor, mas do nada fica extremamente pior, é assustador, divertido, prazeroso. O vida complexa, mas eu ainda sigo firme, pensando que são poucos os que vão vencer, e vão conseguir deixar sua marca, e eu ainda quero saber, se quero ser um deles, aí sim, vou poder afirmar o que quero pra mim. A frase do momento é "Pessoas loucas, me deixem em paz".

domingo, 21 de novembro de 2010

Vontades

Eita vontade de escrever, de desabafar, de falar, de conversar, de gritar, de bater, de fugir, de comer, de dormir, de sonhar, de acordar, de molhar o rosto, vontade de ficar bêbado, e chorar, ou sorrir, ou tentar, ou sumir, ou voltar.. Eita vontade de correr, até você, você mesmo, mesmo não sabendo onde você esta, como te encontrar, um dia talvez, como assim? Talvez um dia, é mesmo, esse dia, o tal dia, pode ser hoje ou amanhã, mas por quê não foi ontem? Por quê? Me responda, o porquê de tudo isso dessa confusão, de tantas coincidências que não levam a nada, de tantos olhares, que acabam em olhares, de tantos sorrisos, que não passam de falsidade escondidas atrás de dentes e gestos, por quê essa música tanto faz eu ficar triste, e feliz ? Por quê a tristeza me faz pensar diferente ? Essa diferença me irrita, não entendo, alguém me explica, meu conflito esta aumentando, cada vez mais, e tende a ficar pior e pior, as pessoas fogem da minha imaginação, é tudo estranho, tudo difícil nunca está adequado, nunca está bom.. será que um dia estará ?
Ouvir isso, depois de ter conversado, parece que eu previ tudo que ia acontecer, parece que as vezes as coisas boas somem de mim, e começa a acontecer um bando de coisas ruins, do nada abre aquele arco-íris por 2 segundos, e tu tem a obrigação de aproveitar o máximo, aproveitar é uma palavra que é difícil pra mim compreender, eu não sei mais o que falar, eu vou tentar parar de pensar. Vontade de dar uma espiada no dia triste ou feliz de amanhã, acho que surpresas estão cada dia mais assustadoras. Frase do momento é "por quê isso é assim ?"

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O meu hoje.


Escutando um system of a down, e comendo uma barra de chocolate perfeita, estou numa sensação de esperar o dia de amanha, eu acho ruim sabe, não ter o que fazer, e ficar esperando o amanha chegar, pra gente ter algo pra se realizar, minha vida ta corrida, meu blog esquecido, a internet eu não uso mais, quando uso fico mais triste do que feliz, eu já nem penso muito, quando penso tomo no cu, sério to na sensação que sou diferente do mundo inteiro, e ninguém é igual a mim, ninguém pensa do mesmo jeito que eu, isso é bom ou ruim ? Não sei dizer, eu queria escrever o que tenho escrito naquelas folhas finais daquele meu caderno, daquelas madrugadas que eu fiquei de estudar, a única coisa que eu fazia, era olhar filmes na intercine e pensar em escrever, eu to tornando isso um lugar pra mim guardar meus pensamentos momentâneos, e depois ler, sempre quando leio o que escrevi a muito tempo, falo automaticamente "ai como eu era imbecil". Será que vou falar isso daqui alguns anos ? Eu me sinto velho demais, em todas as idades que eu passo, depois dos 15 eu me sinto idoso, penso no futuro, penso no que vai ser da minha vida, sem planos e nem estratégias, vou abusando da vida, e vou vivendo sem saber o que vai acontecer, apenas to vivendo, isso me da uma agonia, porque eu não sei o que vai acontecer, até ta dando certo, mas esse lance ta me corroendo o coração, esse lance de amor é o mais complicado, eu to muito pilhado em escrever sobre amor aqui um dia, e falar tudo que eu penso, mas eu não tenho tempo, é chato não ter tempo de fazer as coisas que tu quer, na verdade se eu quisesse tanto, eu teria escrito.Me sinto complexo, eu sou irritante, orgulhoso, sei lá e ao mesmo tempo me sinto o cara mais legal do mundo, é estranho essa sensação, falando em sensação, sensação boa é comer esse chocolate e estar escrevendo aqui, eu presto mais atenção no sabor do doce, do que no que eu escrevo. Ei sério eu tenho medo de ler o que to escrevendo, medo de me contradizer com meus pensamentos, eu vivo atrás da felicidade isso me indigna, por que pensar no futuro deixa a gente tão louco? Ai sei lá eu vou parar de escrever essas coisas sem nexos, e pensamentos aleatórios e vou começar a falar sobre temas definidos aqui, o pensamento do momento é "quero mais chocolate".