quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Planos

O que mais me atrapalha, é planejar, eu sinto isso o dia todo, eu penso que tudo vai dar certo, do nada da tudo errado, e eu não consigo acreditar, no final eu entendo, e sei lá, as vezes começo a viajar, sério, tipo quase sempre, eu penso muito, gosto de pensar, de entender, de compreender o que me cerca, o que vai vir, mas as vezes vem coisas demais, e do nada da uma merda gigantesca, eu já tenho medo de coisas muito perfeitas, tenho medo de acreditar demais e quebrar a cara, tenho vontade de ir em frente até conseguir chegar aonde eu quero, eu não vou desistir, nada disso vai me fazer desistir, eu acredito, eu sei que vai ficar tudo bem, eu me apavoro com detalhes, me apavoro com a mentalidade das pessoas, me apavoro com o meu orgulho extremo, com minhas idéias formuladas, com uma base que só eu entendo, com as pessoas que não deixam, ideias novas entrarem em sua mente, pessoas hipócritas, galerinha ridícula, que vive me cercando, estou num momento bom, que até me fez esboçar sorrisos, mas não sei to esperando muito o amanhã, isso não é bom, essas semanas estão vuando, esse ano passou rápido demais, eu já não consigo fazer o que planejo, eu queria escrever aqui todos os dias e não consigo, eu queria ler o que escrevo e não consigo, tantas coisas bobas, que vão acumulando, vontade de gritar, eu já estou meio com meu rumo traçado, mas tudo da uma vira volta do nada, sério, agora esta tudo melhor, mas do nada fica extremamente pior, é assustador, divertido, prazeroso. O vida complexa, mas eu ainda sigo firme, pensando que são poucos os que vão vencer, e vão conseguir deixar sua marca, e eu ainda quero saber, se quero ser um deles, aí sim, vou poder afirmar o que quero pra mim. A frase do momento é "Pessoas loucas, me deixem em paz".

Nenhum comentário:

Postar um comentário