quarta-feira, 23 de maio de 2012

Nuvem sem céu.

As grades da minha razão estão sumindo,
Aos poucos a felicidade não terá sentido,
Aos poucos meu grito terá se perdido,
Não quero voltar nem seguir,
E agora pra onde eu vou ir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário