domingo, 29 de abril de 2012

No quintal.

Tão complexo como um amanhã sem sonhos,
Por essas que me despeço,
Por essas que te peço,
Tão triste o mundo, sem nós dois;

Nenhum comentário:

Postar um comentário