domingo, 17 de julho de 2011

Faz sentido

Ta vendo, aquele sal? Vai lá toma um banho com ele, depois volte, talvez seja mais interessante conversar com você, hoje em dia tá mais difícil encontrar alguém que me empolgue como antes.

Talvez deixei de ser tão bobo, tão fácil, hoje tudo que você fala pra mim, não tem importância, será que estou sendo egoísta? Não quero ter você apenas quando você pode ser minha, quero ter você quando nós dois estamos com vontade, e espero tanto de ti, mesmo que você não exista, eu ainda acredito em você.

Amor, oi? Acordou? Você estava sonhando, falando acordado, estava falando algo sobre alguma flor...

Sério, ela tinha espinhos, era uma dor boa de sentir, parecia que os espinhos dela, mostravam-me as dores que sentia falta de sentir, é complicado te explicar.

Como assim, não entendi, dorme um pouco mais!

Assim acabou, como sempre acaba.

Uma história, duas histórias, vários sentimentos, uma história, apenas você.

Um comentário:

  1. Nossa, bonito texto, gostei do que escreveu.
    Seguindo aqui. Beijos.

    ResponderExcluir