domingo, 1 de maio de 2011

Opa

Talvez eu não tenho o que falar, estou vivendo uns dias bons, dias que estou cada dia mais assustado e nervoso, tem tanta gente nesse planeta, tantas preocupações diferentes, mas o que realmente importa é quando envolve a tua vida, pois o ser humano é egoísta, tão egoísta ao ponto de estar triste e falar para alguém, se essa pessoa responder que está triste também, é instantâneo o sorriso no seu rosto, pois você vai achar alguém que possa te entender, mas pense.. ela está triste, tente ajudá-la não tente ficar feliz pois ela está triste igual a você, isso é ridículo, eu cometo muito dessas, estou tentando mudar, será que alguém pensa tanto em mudar assim como eu? Ai nossa deveria estar em Alegrete, com a mesma vida de merda, lá eu teria um estudo igual a de todos e seria outro retardado, talvez com mais dinheiro no futuro do que hoje. Queria o caralho, acho a porra de uma luz em tudo que está escuro, as vezes eu acho a luz e apago ela pois quero brincar mais um pouco de ficar na escuridão. Duplos sentidos me rondam. Às vezes vou em um lugar e as pessoas tem umas impressões erradas sobre mim, e elas se sentem bem com a impressão que tiveram, o dia que alguém se sentir bem pelo jeito que realmente sou, eu darei a mão para qualquer situação. Seis bilhões de pessoas pra mais no planeta terra, e me sobram dedos, muitos dedos, pra contar quantas pessoas eu realmente gosto. A frase do momento é "Não vou lhe ajudar seu troxa, no teu mundinho tu é o melhor, no meu não é ninguém".

Nenhum comentário:

Postar um comentário