sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Aquela noite, aqueles pensamentos

"E daquela cova nasceu a flor que expressa dor e evolução em busca de um sentido escondido"
"A discordia está me deixando louco
Meus pensamentos se tornam poucos
A minha dor esta cada vez mais forte
O meu azar pode se tornar sorte
O fim eu não quero que chegue
Quebro regras mesmo que todo mundo não deixe
Aquele grito se torna constante
Aquele amor se tornou muito mais entusiasmante"
"Saudades dos momentos em que sonhei em sentir"
"A lógica é tão besta, o resultado final concreto é inasceitável"

E toda a lógica daquele momento, hoje se torna tão sem nexo,
e quando penso que já cheguei ao máximo, vejo que ainda falta tudo,
Aqueles textos, na hora fazia sentido, hoje não tem mais valor, apenas
a vontade de ler, e ver o quanto eu era imbecil.

Mudei a forma de escrever, a forma de viver, a forma de me expressar
a forma de me apresentar, a forma de sorrir, de compreender, eu quero dormir
pra acordar, sem essa dor chata de cabeça. Vamos fugir da rotina, e ver no que que dá.
Ao mesmo tempo o medo me persegue, de estar comentendo o mesmo erro, várias vezes,
e aquele tempo que é mais que o real, só o meu inconsciente consegue me compreender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário