quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Não.

Caído, talvez não,
música alta, música boa!
Eu voltei de uma noite sem porquês,
Sem razões de dizer meus poréns,
mas mesmo assim disse..

Ao invés de receber um elogio,
Só criticas, invadiram meu dia-a-dia,
Eu no começo desmoronei,
Depois me encantei, o pensamento crítico
Se tornou minha única arma,
Meu passado, se tornou experiência,

Vi pessoas ali, aqui,
Meus pensamentos voavam,
Minhas expressões, sumiam,
Ao meio de sol tão forte,
Via experiências pequenas,
Mas tão graduais crescerem em mim,

Eu vi, eles viram,
Nós vimos,
Ninguém enxergou nada.

A risada era contexto,
De um histórico penitenciário,
Preso aos pés de quem nunca havia pulado,
Presos,

Vi meu sonho correr junto a mim,
Senti o calor da verdade me tocar,
Saudade, Realidade, Verdade,
Pouca Satisfação,
Muita Voracidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário