quarta-feira, 30 de julho de 2014

Sobre o meu pensamento.

Acredito eu, que toda essa reunião de gente que reclama, de gente que exalta
o seu desespero, seja sim uma forma sincera de expressão.
Acredito eu, que todos esses sorrisos platinados de diamantes, não passam
de sorrisos ao chão, ao nada, não passa de ser tudo em vão.

Acredito eu, que de nada acredito se não for eu mesmo, desde o meu levantar da cama.
Acredito eu, que se tudo for igual aos meus sonhos, a vida não seria vida.
Todo mundo sonha e todos possuem seu direito de montar no seu dia suas verdades, e deixar para sempre
sua forma de enxergar, de amar e de prosperar o que precisa ser prosperado.

Acredito eu, que um abraço seja forte naquele que abraça também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário